UMA NOVA CHANCE PARA NOVOS TALENTOS


Sabendo da dificuldade que artistas em início de carreira encontram na busca pela profissionalização e por chances de emplacar suas músicas no grande mercado, Joshua Lavaggi usou sua expertise em diferentes áreas para criar a BDG Record, gravadora que oferece um serviço 360º na produção audiovisual e no direcionamento de mercado para músicos de dentro e fora de Portugal, contando com o que há de mais atual em recursos tecnológicos na área.

Antenado com as principais tendências do universo da música e da produção de vídeos atualmente, apesar de jovem, o produtor já possui vasta experiência no ramo audiovisual, com um currículo que conta com estudos em diferentes partes do mundo e trabalhos de direção para grandes artistas da nova geração. “Uma das músicas produzidas pela gravadora, Hoji en sa ta vivi, do artista Julinho KSD, teve um ótimo alcance nas rádios europeias, por exemplo. Além disso, o clipe da música já possui mais de 220 mil visualizações só no Youtube”, conta o produtor.

A relação de Joshua com o universo dos videoclipes e da produção musical, aliás, se deu de maneira bastante natural, ressaltando seu talento nato para os negócios e para a execução dos projetos. Seu primeiro trabalho como produtor se deu logo com um famoso artista americano, o rapper Desto Dubb. O videoclipe foi rodado em Los Angeles, na Califórnia, onde Joshua teve a oportunidade de aperfeiçoar suas técnicas e entrar em contato com grandes nomes da música.


“Foi um grande passo para mim poder produzir um vídeo com um artista dessa visibilidade. E foi por meio deste trabalho que consegui desenvolver um network com artistas de peso, principalmente do universo do rap, como Lil Pump, um dos mais famosos profissionais deste segmento musical”, conta o profissional. Por isso mesmo, oferecer um trabalho profissional e com qualidade técnica aos artistas é uma das maiores preocupações de Joshua em relação a BDG Records.


“São raras as gravadoras com todos os recursos técnicos necessários. Quando elas possuem esses equipamentos e mão de obra especializados, porém, cobram um valor muito elevado pelo serviço. Tornando o trabalho de promoção de jovens artistas ainda mais árduo e distante para muitos”, explica. "E é justamente esse tipo de visão que estamos tentando quebrar. Diferente de outras gravadoras que buscam estabelecer contratos muito longos e com cláusulas que os possibilitam a reter até 70% da receita arrecadada com o trabalho dos músicos, na BDG nós valorizamos o potencial de cada um."

O produtor continua: "Opero com valores abaixo dos praticados no mercado e, ainda, ofereço todos os recursos para a produção das músicas, do estúdio à produção do videolipe, propaganda, marketing, distribuição." Com tantos diferenciais, Joshua Lavaggi está empolgado com os próximos passos da gravadora, acredita num crescimento conjunto em parceria com os novos artistas da cena musical europeia.

7 visualizações

© 2017 REVISTA NOSSA CIDADE. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

Alameda Roentgen 7D - 1ª andar, Escritório 7 - Telheiras, Lisboa, Portugal

lisboa@revistanossacidade.pt / rnc.lisboa@gmail.com

  • Facebook Basic Black
  • Instagram Basic Black
  • Preto Ícone YouTube