Quanto investir? Entenda o Planejamentodo Capital Inicial

Início de ano é época de planejar, sobretudo quando o objetivo é empreender. Saber realizar um Planejamento do Investimento Inicial adequado é parte fundamental do Plano de Negócios, afinal, é este primeiro passo que determinará tudo o que sua futura empresa poderá fazer, quais as possibilidades de faturamento, o que poderá ser produzido, que tipos de serviços serão prestados e, principalmente, se o modelo de negócio é viável ou não.

“Um negócio bem planejado é aquele onde todos os gastos são projetados para um retorno financeiro futuro: o lucro”, ressalta André Almeida, consultor de negócios da Business Portugal. “Sem planejamento é possível gastar milhões em um pequeno negócio. Com planejamento, no entanto, somos capazes de gastar milhares em um grande empreendimento. O que determina o tamanho do investimento necessário, portanto, é o objetivo e o plano de negócios. ”

O especialista ainda explica que apesar de cada empresa ter suas particularidades, há certos itens de investimento que são comuns a muitos tipos de negócio: o investimento no ponto comercial, o investimento em equipamentos, em mobiliário e utensílios, em recursos humanos, em consultoria, marketing e divulgação, taxas e impostos, estoque inicial e capital de giro inicial.

Abaixo, separamos algumas faixas de investimento para o contexto Português:

• Até € 25.000: Ideal para consultorias de T.I. de pequeno porte e prestadores de serviços independentes que não exijam a compra de grandes estoques e possam operar em lojas de renda de menor valor.

• Entre € 25.001 e € 70.000: Pequenos negócios como cafés, restauração, lavandarias, serviços especializados e algumas franquias de menor porte. Nestes casos, o ponto de atenção do investimento está sempre na aquisição de equipamentos, estoque e no ponto do negócio.

• Entre € 70.001 e 300.000: Negócios de médio porte e franquias maiores. Aqui, tratam-se de empresas que exigem um investimento significativo em equipamentos, em ponto comercial ou em funcionários. É a faixa de investimento onde se encontram muitos dos negócios de qualidade diferenciada.

• Mais de € 300.000: A partir desta faixa já se é possível abrir empresas de maior operação, maior risco, maiores projeções de faturamento e menor tempo de retorno do investimento. Grandes franquias, grandes marcas, negócios de grande porte, estratégias conceito, todos esses tipos de empresas iniciam com esta faixa de investimento inicial.

Engana-se, porém, quem pensa que esse investimento inicial é puramente financeiro. “Existem outros fatores, não financeiros, que são uma espécie de investimento e que precisam ser aplicados no início do empreendimento, tais como o tempo, o esforço, o conhecimento e o otimismo investidos para o planejamento e execução do modelo de negócio”, reforça André. Por isso mesmo, ressalta-se sempre a necessidade de se contar com parceiros e consultores de negócios especializados para otimizar o investimento e reduzir os riscos, como é o caso da Business Portugal.



27 visualizações

© 2017 REVISTA NOSSA CIDADE. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

Alameda Roentgen 7D - 1ª andar, Escritório 7 - Telheiras, Lisboa, Portugal

lisboa@revistanossacidade.pt / rnc.lisboa@gmail.com

  • Facebook Basic Black
  • Instagram Basic Black
  • Preto Ícone YouTube