PRIMAVERA EM CASCAIS


Desde que foi eleita a riviera de duques e condessas durante a segunda metade do século 19, Cascais se tornou um dos lugares mais procurados em Portugal. O balneário merece visita durante todo o ano, mas o clima ameno da primavera, especialmente, permite um passeio agradável por lindas paisagens. A região costeira possui um clima bucólico, ruas charmosas e uma bonita marina. E, o melhor, é possível se fazer tudo a pé.

Lisboa e Cascais são regiões muito próximas. Partindo de Lisboa de carro, o trajeto é de apenas 30 minutos. Se escolher ir de trem, partindo de Cais do Sodré, o percurso dura pouco mais de 40 minutos. No entanto, o meio de transporte escolhido é o que menos importa, porque observar o trajeto já é uma experiência inesquecível. Passando por lindos penhascos, o cenário litorâneo é apaixonante. E, ainda, se aguardar para apreciar o entardecer em Cascais, pode conferir um pôr-do-sol inigualável.

A Revista Nossa Cidade elegeu quatro destinos na região que você não pode deixar de conhecer. Do Passeio Dom Luís I até a Praia do Guincho são sete quilômetros de distância. Com tantas belezas pelo caminho, é possível fazer o percurso a pé. Mas, uma excelente opção é seguir pela rota de bicicleta, Cascais as disponibiliza gratuitamente em alguns pontos na região. O clima fresco da estação das flores permite um trajeto agradável pela ciclovia. Além disso, com a maior parte da trilha passando pela beira-mar, a região ainda oferece um ótimo roteiro gastronômico.

Ao final, o passeio por este charmoso balneário deixa como saldo a lembrança de paisagens incríveis e uma conclusão: vale a pena conhecer Cascais, com toda a certeza. Gostou das nossas dicas? Ajude-nos a indicar os melhores locais em Cascais. Informaremos na nossa próxima edição.


Passeio Dom Luís I

Uma forma agradável de ir do centro histórico até o Passeio Dom Luís I é pela tranquila Rua da Saudade. O lugar é sempre o escolhido para as festividades da região. Um dos mais emblemáticos foi o Cascais Lumina, evento que une arte e tecnologia. Além disso, em alguns períodos do ano, é montada neste espaço a maior roda gigante de Portugal, proporcionando uma fantástica experiência com a melhor vista de Cascais.


Farol Museu de Santa Marta

Abriu ao público em julho de 2007, com um modelo inédito no país. Construída em 1868, a torre com mais de 20 metros foi feita em alvenaria e revestida de azulejos. E onde antes era a casa dos faroleiros fica atualmente o espaço da exposição, centro de documentação e cafeteria.

Boca do Inferno

A Boca do Inferno é um dos pontos altos da região. O lugar é uma falésia com passagens esculpidas pela força da água. De um deque, você pode ver as ondas arrebentarem nos rochedos. Em dias de mar agitado, as águas adentram as inúmeras cavidades e grutas do local, provocando ruídos intensos e extraordinários - uma das razões para o nome do local.


Praia do Guincho

Para finalizar o passeio, uma das maiores e mais conhecidas praias da região de Cascais: a Praia do Guincho. A ampla faixa de areia, com águas límpidas e cristalinas atraem muitos banhistas todos os anos. No entanto, com a forte correnteza do mar na região, o trecho é pouco convidativo para mergulhos mais profundos. Por isso mesmo, o local recebe etapas dos campeonatos mundiais de Surf, Windsurf e Kitesurf.

Se escolher fazer o percurso caminhando, são cerca de 1h e meia. Porém, para aqueles que já praticam exercício, ainda é um trajeto possível. A bela paisagem recompensa o esforço.


0 visualização

© 2017 REVISTA NOSSA CIDADE. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

Alameda Roentgen 7D - 1ª andar, Escritório 7 - Telheiras, Lisboa, Portugal

lisboa@revistanossacidade.pt / rnc.lisboa@gmail.com

  • Facebook Basic Black
  • Instagram Basic Black
  • Preto Ícone YouTube