PLANO DE SAÚDE IDEAL

Atualizado: 23 de Ago de 2019



O ano de 2018 ficou marcado pelo crescimento do mercado de seguros de saúde em Portugal. Tendência que deverá ser mantida neste ano, à medida que cada vez mais consumidores buscam por alternativas viáveis ao Sistema Nacional de Saúde português. Carla Granja, consultora exclusiva da Ageas Seguros, explica o que motivou o atual panorama no setor. “Com o seguro, o paciente tem entrada direta e rápida nos hospitais privados, sem a necessidade de ficar aguardando na lista de espera dos hospitais do estado. Na saúde, a agilidade é um fator crucial que, em muitos casos, pode representar a vida ou a morte.”


Com o cenário positivo do mercado, as seguradoras passam também a enfrentar grandes desafios em seus processos de expansão. “É essencial que as seguradoras estabeleçam diferencias de mercado, como, por exemplo, ofertem uma boa cobertura nos tratamentos de oncologia. Afinal, este é um dos casos com o custo mais elevado e poderá ser determinante na tomada de decisão do cliente”, explica Carla.


COMO CONTRATAR


No momento de escolher o plano de saúde, portanto, é necessário avaliar quais são os hospitais, clínicas e rede de médicos disponíveis. Além disso, deve analisar quais os tipos de coberturas. “Na Ageas Seguros temos várias coberturas disponíveis. A essencial, por exemplo, contempla o atendimento hospitalar. Já a cobertura ambulatorial é mais abrangente, porque cobre consultas, exames e emergências. Ainda, existem algumas coberturas específicas, como a Oncologia e a Estomatologia, entre outras”, esclarece a consultora.


Carla ainda ressalta a necessidade de se ater aos termos da apólice no momento da contratação, para evitar eventuais problemas futuros. “O seguro de saúde cobre as despesas conforme esteja estipulado na apólice. Por este motivo, é preciso ter atenção com os casos que não são cobertos, tais como doenças existentes antes da data de contratação, além de alguns aspectos dos tratamentos de fertilidade, bem como intervenções estéticas e no caso de hemodiálise.” Para finalizar, a consultora ressalta a necessidade de se preocupar em obter o seguro enquanto ainda apresenta boas condições de saúde. “Desta maneira, permite que a pessoa seja aceita como assegurado e, também, evita restrições ou exclusões na cobertura de atendimento.”


www.ageas.pt / AgeasSeguros

Av. Marquês de Tomar 2, Piso 2

+351 966 401 229

carla.granja@private.ageas.pt

9 visualizações

© 2017 REVISTA NOSSA CIDADE. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

Alameda Roentgen 7D - 1ª andar, Escritório 7 - Telheiras, Lisboa, Portugal

lisboa@revistanossacidade.pt / rnc.lisboa@gmail.com

  • Facebook Basic Black
  • Instagram Basic Black
  • Preto Ícone YouTube