COMO ESTÁ O TRÂNSITO? CIDADES EM TODO O MUNDO SÃO EXEMPLOS EM SOLUÇÕES DE MOBILIDADE.

Falar do trânsito caótico nas capitais brasileira virou uma constante nos noticiários. A população vem acompanhando o aumento dos acidentes e as tentativas por parte do governo em solucionar o problema. A frase: “A solução deve partir da educação” é muito ouvida. No entanto, quem já teve, na escola, a oportunidade de ter aulas de educação no trânsito? Poucas são as iniciativas neste sentido. Sabe-se de instituições de ensino que incluem em sua grade projetos direcionados às crianças e adolescentes que procuram modificar o comportamento de motoristas e pedestres. No Paraná, há atividades pedagógicas envolvendo todas as disciplinas e palestras são usadas como ferramentas em escolas públicas e particulares com o objetivo de tentar melhorar o convívio nas vias urbanas. Outra solução seria a melhoria na mobilidade urbana. A Revista Nossa Cidade traz soluções em cidades de todo o mundo que são exemplos nesta área.


AMSTERDÃ - HOLANDA

As bicicletas são a maioria e prioridade no trânsito. Boa parte da população se locomove diariamente pelas ciclovias, e os ônibus e outros veículos param para dar passagem aos ciclistas.


COPENHAGUE – DINAMARCA

Foram instalados sinais de tráfego inteligentes. Por exemplo, os sinais conseguem identificar a aproximação de veículos na rodovia. Se há um grupo muito grande, permanece aberto por um tempo maior para permitir que todos cruzem a rodovia. Assim, é capaz de organizar melhor o fluxo.


BERLIM – ALEMANHA

Uma importante iniciativa da cidade alemã são os projetos de carros elétricos. Desde 2012, Berlim tem investido na tecnologia, e conta com 7,9 mil veículos elétricos, e mais de 500 estações de carga de energia espalhadas pela cidade.


HONG KONG

Aproximadamente 12,6 milhões de viagens são feitas de transporte público. O sistema MTR (Mass Transit Railway), reconhecido como um dos mais eficazes do mundo, é uma espécie de linha de trem super-rápida que serve às áreas urbanizadas de Hong Kong e localidades próximas. Estimativas apontam que os trechos são feitos dentro do horário estimado em 99% dos casos. Poderemos incluir nesta lista Zurique, na Suíça que a cada 300 metros é possível encontrar um ponto de ônibus ou de trem. Ou Londres, no Reino Unido, que é pioneira em mobilidade implantando o primeiro túnel submarino, o primeiro aeroporto internacional e a primeira rede ferroviária subterrânea do mundo. Exemplos não faltam. E a população está ansiosa para ver a solução do problema.

DESCOMPLICANDO OS PROCESSOS DESPACHANTE REALIZA A PARTE CHATA E BUROCRÁTICA DOS PROCESSOS Depois de encarar filas, esperas, falta de informações dos órgãos públicos, é fácil se perguntar: “Porque não contratei um despachante?”. Para alguns, essa profissão é essencial no seu dia a dia. O tempo, cada vez mais apertado, faz com que nem se atrevam a mexer com os documentos. Chamam logo um despachante. E o preço cobrado é muito justo diante do tempo economizado com os trâmites legais. A profissão é muito antiga e estava ligada principalmente no desembaraço de mercadorias que transitavam por alfândegas. Essa especialidade é chamada hoje de Despachante Aduaneiro. Com o avanço das necessidades humanas e aumento da burocracia surgiram outras especialidades como Despachante Documentarista e Despachante de Trânsito. Para Frederico Geissler da Silva tudo começou na infância, no escritório de contabilidade do pai. Ele e seus irmãos eram office boys e desde cedo tiveram contato com documentos, transitavam em órgãos públicos e aprenderam a lidar com pessoas. “Não escolhi a profissão, ela que me escolheu”, explica. Frederico é credenciado para atuar em todos os órgãos da administração pública do Estado de Manaus. Consegue desembaraçar documentos no Detran, por exemplo, entre um dia e uma semana, dependendo do caso. Para não errar na escolha de um profissional despachante é importante observar dois detalhes. O primeiro é a indicação. Um despachante de confiança cumpre os prazos exigidos pela legislação e é transparente com o cliente sobre todo o processo. O segundo é a informação sobre a empresa que está contratando. Tempo de atuação, serviços prestados e confiabilidade. Procure uma empresa que possa lhe ajudar com a agilidade que precisa. Mesmo com a empresa equilibrada, Frederico almeja voos mais altos. Espera crescer o escritório que atua com seu irmão. Na vida pessoal quer iniciar novos projetos. Após investir na finalização do curso de jornalismo, quer montar uma rádio web, devido a sua experiência com mídias diversas, fotografias, atuando, inclusive, como digital influencer e blogueiro. Além disso, sobra energia para atuar em escolas colaborando na área de comunicação. Frederico carrega consigo uma frase que o define muito bem: “A árvore que me enverga, vento não quebra.” Na área que atua é necessário ser perseverante, forte e sábio. Não é pra qualquer um.

(92) 99613 4592 | (92) 98111 1406

Av. Mário Ipiranga, 222 - Adrianopolis

fredgeissler2011@gmail.com

0 visualização

© 2017 REVISTA NOSSA CIDADE. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

Alameda Roentgen 7D - 1ª andar, Escritório 7 - Telheiras, Lisboa, Portugal

lisboa@revistanossacidade.pt / rnc.lisboa@gmail.com

  • Facebook Basic Black
  • Instagram Basic Black
  • Preto Ícone YouTube